Estudos de Arquitectura Regional

A Arquitectura é a marca definitiva da acção do homem sobre o ambiente. Ela torna-se, sem dúvida, o receptáculo privilegiado de um tempo significativo: como memória viva das culturas que a produziram, celebra os acontecimentos e as instituições importantes e, ao mesmo tempo, traduz uma visão do cosmos que impõe ao espaço indiferenciado a ordem humana traduzida por um modo específico de estar e de ser. Essa é a maneira do espaço do homem se diferenciar do espaço "natural". E, assim, se a Arquitectura fornece ao homem lugares de residência que definem um habitat artificial, um ambiente humanizado que serve de palco à sua vida quotidiana, é certamente na expressão arquitectónica regional (sempre vinculada a um espaço real e àquelas condições de sobrevivência que dependem sobretudo de uma apropriação culturalizada desse espaço) - é aí que poderemos encontrar as suas manifestações mais genuínas e, por isso mesmo, mais belas e interessantes.