Juscimeira

Conhecido inicialmente com a denominação de Garimpos, devido a extração de diamantes às margens do Rio Areia, a Vila de Juscelândia foi fundada em julho de 1.954, por João Matheus Barbosa, oriundo de Diamantina, Estado de Minas Gerais, e seu nome foi escolhido em homenagem ao grande político brasileiro, Juscelino Kubitschek, seu conterrâneo. A Lei nº 2.135, de 21 de janeiro de 1964, do município de Poxoréo, alterou a denominação do distrito de Garimpos para Juscelândia. Com sua família João Matheus Barbosa chegou às margens da barra do Rio Areia, onde se instalou com a esposa Salvina Luís dos Santos e Maria Barbosa Moreira, Agostinha Barbosa de Oliveira, Sebastiana Martins Barbosa, Olímpia Barbosa Crizauto – filhas já casadas. E mais os filhos Joaquim, Noêmia, João, Abigail e Daniel Matheus Barbosa.
Vieram em companhia do casal Ana e Salvador Ribeiro de Paiva, juntamente com quatro filhos menores. O patriarca João Matheus deu um pequeno lote de terras a cada um dos filhos e genros, que iniciaram a plantação de arroz, milho, feijão, mandioca, banana e hortaliças. De espírito empreendedor e reformador agrário de natureza, Barbosa separava um lote para quem viesse chegando e quisesse se instalar na Vila, cuja fertilidade do solo, aliada a boa produção agrícola, atraia outras famílias. A 20 de maio de 1957, á distância de um quilômetro da divisa das terras de João Matheus Barbosa, estabeleceu-se José Cândido de Lima, juntamente com a esposa Maria Fidélis de Lima e os filhos Jair, Neuza, Neide, Nauriá, Zenaide e Jonas. Seus irmãos; Francisco Oliveira de Lima e Marcionílio José de Lima, ambos com esposas e filhos.
José Cândido de Lima e sua família deram o nome de Limeira - uma auto homenagem da família ao pioneiro José Candido de Lima; ao pequeno ajuntamento de casas que se formou ao seu redor na parte alta da cidade dando inicio assim ao desenvolvimento de um núcleo populacional, que começou de forma expressiva, dado o grande número de migrantes paulistas que vieram atrás de Lima.
A exemplo de João Matheus Barbosa, José Cândido de Lima; derrubou uma parte das matas, dividiu em lotes, entregando-os a cada família que veio com ele e semelhantemente as que iam chegando. A medida que os dois povoados cresciam, crescia também a contenta pelo nome do lugar, pois os dois formavam, na verdade, um único núcleo urbano. João Matheus Barbosa puxava para Juscelândia e José Cândido de Lima para Limeira. Por fim, as duas famílias chegaram a conclusão de fundir os dois nomes, ficando Juscimeira - JUSCI = Juscelândia e MEIRA = Limeira.
Em 1968, o vereador Jurandir Pereira da Silva encaminhou a Câmara Municipal de Jaciara, a quem o povoado estava jurisdicionado na época, a proposta do novo nome do lugar.
Assim foi criada a Lei nº 2.919, de 06 de janeiro de 1969, que iria criar o distrito de Juscimeira, mas o Ato Complementar Federal nº 46, de 07 de fevereiro de 1969 impediu a execução da lei.
Em 1969, Ramon Araújo Itacaramby, prefeito do Município de Jaciara, construiu uma escola municipal no meio dos dois aglomerados. Em 1970, os padres João e Mário Hering edificaram a igreja de São Bom Jesus de Juscimeira, também na divisa das duas vilas, contribuindo definitivamente para a junção dos dois nomes e o fortalecimento do Distrito de Juscimeira, oficializado pela Lei nº 3.761, de 29 de junho de 1976.
Apesar dos esforços; dos padres João e Mário Hering, das famílias Barbosa e Lima, do próprio Ramon Itacaramby e de todos os moradores locais em ter sua autonomia política-administrativa, Jaciara não consentia em perder o distrito de Juscimeira alegando a demasiada proximidade entre as duas sedes municipais.
Finalmente, no dia 10 de dezembro de 1.979, o governador de Mato Grosso, Dr Frederico Campos, sancionou a Lei Estadual 4.148, de autoria do deputado estadual Alves Ferraz criando o município de Juscimeira. Para alegria de sua população, a lei foi assinada na praça pública em frente a Igreja Matriz.
No ato de sua criação, ao município de Juscimeira foram anexados os seguintes distritos: São Lourenço de Fátima, Irenópolis e Santa Elvira, com uma área total de 2.796 quilômetros quadrados. A instalação do município, aconteceu no dia 07 de fevereiro de 1.981, tendo o governador Dr Frederico Campos, nomeado administrador municipal, o sr Ramon Itacaramby. Em 15 de março de 1.982, tomou posse o primeiro prefeito eleito do município, Daniel Matheus Barbosa.

Localiza-se a uma latitude 16º03'02" sul e a uma longitude 54º53'04" oeste, estando a uma altitude de 251 metros. Sua população estimada em 2007 era de 11.430 habitantes.

Referências

↑ a b Divisão Territorial do Brasil. Divisão Territorial do Brasil e Limites Territoriais. Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE) (1 de julho de 2008). Página visitada em 11 de outubro de 2008.
↑ IBGE (10 out. 2002). Área territorial oficial. Resolução da Presidência do IBGE de n° 5 (R.PR-5/02). Página visitada em 5 dez. 2010.
↑ Censo Populacional 2010. Censo Populacional 2010. Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE) (29 de novembro de 2010). Página visitada em 11 de dezembro de 2010.
↑ Ranking decrescente do IDH-M dos municípios do Brasil. Atlas do Desenvolvimento Humano. Programa das Nações Unidas para o Desenvolvimento (PNUD) (2000). Página visitada em 11 de outubro de 2008.
↑ a b Produto Interno Bruto dos Municípios 2004-2008. Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística. Página visitada em 11 dez. 2010.

http://pt.wikipedia.org/wiki/Juscimeira