QUESELIXEVOTAR

OPERAÇÃO DETENÇÃO CIVIL, prender os gatunos de Portugal.

Nas próximas legislativas não votes, marcharemos sobre Lisboa, sai à rua a exige a queda deste modelo de organização política e a condenação dos GATUNOS DE PORTUGAL..

Vem para Lisboa, vamos acampar em frente da Assembleia da República até os derrubarmos, traz a tua mochila, o teu farnel e o teu cocktail para que a voz não doa "MATA A TUA SEDE", prende os gatunos.

Queremos democracia participativa, que a corrupção e o tráfico de influências sejam crimes constitucionais e imprescritíveis, os seus agentes espoliados de bens.
Queremos uma Assembleia Constituinte.
Enquanto não alcançarmos não descansamos
Eu não voto, não elejo traidores.

Nós precisamos disto, somente disto para determos e julgarmos os corruptos de Portugal.

////////////////////////////DEMOCRACIA PARTICIPATIVA////////////////////////////////

Entende que;
Democracia participativa é uma forma de governo em que as principais decisões são tomadas mediante referendo, local, regional e nacional conforme o assunto em discussão.

Numa democracia participativa toda a estrutura do poder político fica mais próxima do povo e por isso mais vigiada e controlada pelos cidadãos.

Numa democracia participativa o povo é o garante da independência de poderes dos órgãos de soberania, hoje essa independência não existe e é por isso que somos roubados por quem nos governa e os tribunais bem como os órgãos de polícia criminal em vez de os deterem protegem-nos.

Sê livre...

Enquanto apregoares a liberdade dentro de um partido, não serás um libertador, e sim o carrasco daqueles que pensam diferente de ti.

Urge implementar uma democracia participativa em que o referendo local, regional e nacional seja a principal ferramenta de decisão.

Que o crime de corrupção e outros de rouba pão sejam crimes constitucionais e imprescritíveis à semelhança dos crimes contra a humanidade, que os seus autores sejam espoliados de bens e condenados à pena de contumácia.

SABIAS que!

Com uma abstenção superior a 50% nas legislativas todas as ordens emanada dos órgãos de soberania são ilegais, não têm legitimidade, pelo que o uso da força para repelir o poder político e as suas ordens é legitimado pelo ARTIGO 21. da CRP!

Eu não elejo gatunos.

Abstém-te e (r)evoluciona

"Gota a gota engrossa o caudal do rio até galgar as margens que o comprimem"

Junta-te a nós, unidos somos mais fortes.
______________________________________
http://www.movimentodemocraciadirecta.pt.vc/